Conheça as Competências Socioemocionais (Soft Skills) Que as Empresas Estão Buscando!

Soft Skills - Competências Socioemocionais

Até há algumas décadas atrás, a preocupação do profissional que queria construir um currículo sólido era ter uma boa preparação acadêmica, cursos de extensão, pós-graduação, e todo treinamento que oferecesse robustez ao conjunto de suas competências técnicas (hard skills); mas pouca importância se dava às competências socioemocionais (soft skills). Pois, assim era, também, a forma com que pensavam os recrutadores, em geral. Hoje em dia, ao contrário, começou-se a valorizar sobremaneira as competências socioemocionais, tanto quanto as técnicas, ou até mais.

As competências socioemocionais são aquelas que permitem ao profissional criar bons relacionamentos interpessoais, e manter um bom controle emocional; com o objetivo de executar bem suas tarefas, manter um bom ambiente de trabalho, e contribuir para o sucesso coletivo.

Empregadores Valorizam Cada Vez Mais as Competências Socioemocionais

O website CareerBuilder.com divulgou uma pesquisa, em 2014, com 2.138 gerentes e profissionais de recursos humanos, em que 77% acreditam que as habilidades socioemocionais são tão importantes quanto as habilidades técnicas, e 16% dos empregadores consideram que as competências socioemocionais são mais importantes que as técnicas, na avaliação de candidatos a um emprego.

O Wall Street Journal revelou num artigo (Employers Find Soft Skills Like Critical Thinking in Short Supply), publicado em 2016, que competências como boa comunicação, solução de problemas, pontualidade, e trabalho em equipe estão em maior demanda do que nunca. O jornal aponta que, em uma pesquisa feita com quase 900 executivos, 92% disseram que as competências socioemocionais eram tão ou mais importantes que as competências técnicas.

A rede profissional Linkedin fez uma pesquisa, em 2018, com 4.000 profissionais (1.200 profissionais de desenvolvimento de talentos, 2.200 empregados, 200 executivos, 400 gestores) e as 4 competências mais importâncias a serem desenvolvidas em programas de treinamento eram: liderança, comunicação, colaboração, e competências específicas do trabalho, ou seja, das quatro, três eram softskills. Em 2019, o Linkedin utilizou seus próprios dados para determinar as habilidades que as empresas mais buscavam e encontrou o seguinte: criatividade, persuasão, colaboração, adaptabilidade, e gestão do tempo.

A NASA considera, hoje, para candidatos a uma posição de astronauta, os seguintes requisitos: ser cidadão dos EUA; ter mestrado nas áreas de engenharia, ciências biológicas, ciências físicas, ciência da computação ou matemática, de uma instituição credenciada; ter no mínimo dois anos de experiência profissional relacionada, obtida após a conclusão do curso, ou pelo menos 1.000 horas de tempo como piloto em comando de aeronaves a jato; ser capaz de passar no teste físico de voo de longa duração da NASA; além das competências de liderança, trabalho em equipe e comunicação. Eu, há alguns anos atrás, assisti a uma entrevista com um astronauta, em que ele comentava a importância que as competências socioemocionais tem para o astronauta, pois, explicava ele, alguns poucos astronautas enclausurados por meses em uma estação espacial precisam se entender e se relacionar bem, todo dia.

A 9ª edição da pesquisa Índice de Confiança Robert Half, cujas respostas foram coletadas de 02 de julho a 02 de agosto de 2019, revelou a importância que os recrutadores estão dando às competências socioemocionais, num processo de contratação. Em relação à pergunta “Quais são as três habilidades mais observadas ao recrutar para funções plenas e seniores?”, respondida por 387 recrutadores, os números revelaram que as 5 primeiras posições foram: trabalho em equipe/relacionamento interpessoal (50%), experiência (48%), proatividade (40%), boa comunicação (32%), olhar estratégico (32%). Dessas cinco competências, três delas (relacionamento interpessoal, proatividade e boa comunicação) são puramente socioemocionais.

A sucursal italiana da HAYS, consultoria internacional de recrutamento, publicou um artigo intitulado “6 Competências Socioemocionais Necessárias na Nova Era do Mundo do Trabalho” (6 Soft Skill di Cui Avrai Bisogno nella Nuova Era del Mondo del Lavoro) em que aponta as seguintes competências socioemocionais como essenciais para ter sucesso no futuro do trabalho: adaptabilidade (capacidade de aceitar e se adaptar às mudanças), disposição para aprender, inteligência emocional (capacidade de entender outras pessoas, o que as motiva e como trabalhar em cooperação com elas), boa comunicação, solução de problemas, criatividade (capacidade de gerar e desenvolver ideias e soluções para que os prazos sejam cumpridos e os resultados sejam alcançados).

Conclusão

Não existe, obviamente, uma unanimidade sobre quais são as competências socioemocionais mais importantes, porém, o que parece consenso é que elas serão cada vez mais necessárias e procuradas pelas Organizações. De todo modo, me permito fazer uma lista das 4 mais importantes competências socioemocionais para colaboradores de qualquer função (para ver as principais competências de um gestor, veja este meu artigo), baseado no que foi exposto e, também, na minha experiência de gestão: boa comunicação, adaptabilidade (flexibilidade/disposição a mudanças), solução de problemas, colaboração (trabalho em equipe). Portanto, se você quer aprimorar sua empregabilidade, atingir resultados, e estar preparado para novos desafios, desenvolva essas competências!


Comunicar Erro: Clique Aqui!


Autor: Rodrigo Vargas – Engenheiro Mecânico (UFPR), pós-graduado em Engenharia de Manutenção Mecânica (UFPR), pós-graduado em Gestão Empresarial (FGV), Tem mais de 30 anos de experiência profissional, sendo mais de 20 dedicados a atividades de gestão e liderança, tendo trabalhado em renomadas empresas multinacionais, com vivência profissional internacional na Europa, Ásia e América Latina. Rodrigo obteve certificação Black Belt na metodologia Seis Sigma, certificação Practitioner em Programação Neurolinguística, certificação de Auditor Líder do Sistema de Gestão da Qualidade ISO 9001, e formação complementar em Docência pela Fundação Getúlio Vargas. Rodrigo Vargas tem vários livros publicados nas áreas de gestão, finanças, e cognição; compartilhando conhecimento sobre gestão, há mais de 10 anos, através do portal GestaoIndustrial.com.


Copyright © 2009-2020 – Rodrigo Vargas e seus licenciantes - Material protegido - Para usos permitidos consulte os Termos de Uso. Infrações à lei e a estes Termos podem sofrer as penalidades cabíveis, na esfera civil e criminal.