Planejamento Estratégico

Futuro bem planejado, direção devidamente traçada, grandes possibilidades de sucesso!

 

Introdução

Mas o que é um Planejamento Estratégico de um Negócio? Um planejamento estratégico é uma declaração escrita, resultado de uma grande discussão e análise crítica sobre o negócio, e que descreve e dá projeções sobre os rumos futuros da Organização, em geral com um horizonte de 5 anos. Um plano de negócios abrange não apenas os aspectos relativos à expansão dos negócios existentes, mas também o início de outros, ou mesmo o encerramento de algum. Um plano de negócios leva em conta principalmente os aspectos financeiros, de satisfação dos clientes e os de perpetuação da eficiência da Organização através do desenvolvimento dos colaboradores e parceiros.

Escrever um plano estratégico requer um preparo adequado de seus participantes, no sentido de que todos conheçam e entendam o porquê do uso de cada ferramenta, em cada etapa do processo, orientando sobre a melhor forma de participar nas reuniões e discussões.

  

Etapas do Planejamento Estratégico

Existem algumas variações quanto à forma e estrutura, mas a seguir apresentaremos uma forma básica, mas muito objetiva e útil. Nesse modelo, começamos a primeira fase definindo Missão, Visão e Valores. Numa segunda fase, fazemos a análise do ambiente em que se encontra a Organização (análise SWOT) identificando as forças e oportunidades (pontos positivos), e as fraquezas e ameaças (pontos negativos). Esses pontos uma vez identificados, irão apontar os objetivos estratégicos necessários para tratá-los. Analisamos criticamente estes objetivos, e mais a missão e visão estabelecida, chegando, então, a terceira fase, onde montamos um quadro estratégico apontando os objetivos-macro, seus indicadores, metas, ações e os fóruns de monitoramento. Os objetivos-macro deverão ser desdobrados nos demais níveis da Organização, de modo que todos os gestores tenham metas ao seu nível de atuação.

Os objetivos e medidas desse quadro estratégico (scorecard), como já dissemos, devem, é claro, derivar da visão e estratégia da empresa. Considerando os estudos de Kaplan e Norton, dos quais derivou o famoso livro "A Estratégia em Ação - Balanced Scorecard", as metas e indicadores que formam a estrutura do balanced scorecard estão embasadas em 4 aspectos: financeiro, cliente, processos internos e aprendizado e crescimento. Segundo os autores, o balanced scorecard fornece a estrutura necessária para a tradução da estratégia em termos operacionais, e, para cada aspecto, existem perguntas-chave a serem respondidas: 1)Finanças: "Para sermos bem-sucedidos financeiramente, como deveríamos ser vistos pelos nossos acionistas?"; 2)Processos Internos:"Para satisfazermos nossos acionistas e clientes, em que processos de negócios devemos alcançar a excelência?"; 3)Aprendizado e Crescimento:"Para alcançarmos nossa visão, como sustentaremos nossa capacidade de mudar e melhorar?"; 4)Cliente:"Para alcançarmos nossa visão, como deveríamos ser vistos pelos nossos cliente?" Você pode conhecer esse e outros importantes livros de gestão na seção Best Sellers.

O resultado de todo esse trabalho é um mapa estratégico da Organização, onde vemos missão, visão, valores, objetivos estratégicos, indicadores, metas e ações. Esse trabalho, é crucial para o desenvolvimento da Organização, portanto, o tempo adequado deve ser tomado, podendo variar de 2 a 6 meses, mas é claro que dependendo da Organização, de seu porte e de sua complexidade, outros prazos podem ser mais adequados. A regra básica é que deve haver tempo para maturação das idéias, já que depois, o trabalho será de implementá-las.

 

PRIMEIRA

FASE

Definição da Missão da Organização:

·Missão deve ser compreendida como a razão de ser da Organização

·Deve descrever o negócio da Organização

·Deve ser tão curta quanto possível e tão longa quanto necessário

Estabelecimento da Visão da Organização:

·A Visão deve ser entendida como a descrição de uma situação futura

·Deve representar um projeto de longo prazo (5 a 10 anos)

·Deve ser curta e de fácil assimilação

·Deve ser traduzir os anseios dos acionistas e diretores

Definição dos Valores da Organização:

·Devem estar baseados nos princípios morais

·Devem refletir a cultura da Organização

·Devem ser respeitados por TODOS, em TODAS as situações

Todo esse conteúdo deve ser AMPLAMENTE divulgado dentro da Organização

 

SEGUNDA

 FASE

ANÁLISE DOS CENÁRIOS

 

AJUDA!

PREJUDICA!

AMBIENTE INTERNO
Fatores que podem impactar na Organização: Cultura, Pessoas, Procedimentos,
Tecnologia

Identificação das FORÇAS


 
Strengths

Identificação das FRAQUEZAS


Weaknesses

AMBIENTE EXTERNO
Fatores que podem impactar na Organização: Legislação, Meio-Ambiente, Economia, Política,
Concorrência, Cadeia de Fornecimento

Identificação das OPORTUNIDADES



Opportunities

Identificação das AMEAÇAS



Threats

Com base na identificação dos pontos do SWOT, buscaremos potencializar os pontos fortes e explorar as oportunidades, ao mesmo tempo em que deveremos tratar as fraquezas e atenuar as ameaças. Isso nos dará uma lista de objetivos estratégicos. Ou seja, a análise SWOT identifica pontos positivos e negativos no ambiente da Organização, e cada um destes pontos poderá indicar um objetivo estratégico a ser tratado no mapa estratégico da Organzização.

 

 

TERCEIRA

 FASE

QUADRO DE OBJETIVOS-MACRO 
(que deverão ser desdobrados nos demais níveis da Organização)

PERSPECTIVA

OBJETIVO

INDICADOR

META

AÇÃO

FORUM

Financeira

 

 

 

 

 

Comercia

 

 

 

 

 

Industrial

 

 

 

 

 

Administrativa

 

 

 

 

 

 

  Veja abaixo um quadro-resumo:

 

Fluxo do Planejamento Organizacional

Veja abaixo um fluxo do Planejamento Organizacional geral, com as suas fases e características, mas que mostra claramente a importância de um bom planejamento estratégico, pois ele é a direção e a referência para as ações que irão ocorrer na Organização ao longo do ano. O planejamento estratégico é a carta magna que deve ditar os rumos dentro de uma Organização.